jdoublej

Alguns dos Mais Influentes Fotógrafos do Mundo – 09 – Edward Steichen.

In Uncategorized on 29 de junho de 2013 at 18:36

Edward Steichen foi do circulo de Alfred Stieglitz, do qual também faziam parte Paul Strand e Charles Sheeler. Assim como Alfred Stieglitz, Steichen empenhou-se em demonstrar que a fotografia era uma manifestação formal de arte. Foi também um dos representantes do pictorialismo.

Do ponto de vista pessoal, na área artística, ele realizou algo que Cartier Bresson muito pretendeu, mas que terminou por desistir: ser pintor.

Edward Steichen foi influenciado por Clarence White co-fundador do movimento “photo-secession”, e teve em Alfred Stieglitz  seu grande incentivador.

Steichen nasceu em Luxemburgo, em 1879, mas optou pela cidadania americana depois que sua família emigrou em 1881 para Estados Unidos, tendo se fixado no Michigan. Morreu em 1973, aos 94 anos.

Começou a fotografar em 1895 (aos  16  anos), quando já era pintor, tendo continuado a sê-lo por aproximadamente 20 anos. Viveu em Paris onde estudou pintura.

Em 1905, em Nova York, com Alfred Stieglitz, eles abriram a Gallery 291, no número 291 da Quinta Avenida (daí o nome), onde promoveram exposições dos mais representativos pintores e escultores do século XX: Picasso, Matisse, Cezànne, Brancusi…

Depois disso, no ano seguinte,  Edward Steichen voltaria para Paris, onde passou mais 17 anos (até 1923), retornando como fotógrafo chefe das revistas Vanity Fair e Vogue.

Um dos aspectos do seu trabalho consiste na sua dedicação a fazer retratos de grandes personalidades, com muitas das quais manteve relações de amizade. Diz-se que um único retrato lhe exigia a dedicação de todo um dia de trabalho. Entre os seu ilustres fotografados: Greta Garbo, Charles Chaplin, Marlene Dietrich, Matisse, Rodin

Observa-se que sempre buscou em todos os seus temas, uma interpretação emotiva e impressionista.

Foram muitas as suas realizações, entre elas, foi nomeado diretor da secção de fotografia do Moma, em 1947. 

Participou da II guerra mundial, fez importantes fotos de guerra em Pearl Harbor, Honolulu e Hawaí.

Escolhi começar a mostrar algumas das sua fotos, por um seu surpreendente autoretrato:

autoretrato comopintor

Este seu auto-retrato é de 1902, e ele o fez inspirado no quadro por Tiziano Verelli, “O homem da luva” de 1520, que ele viu no museu do Louvre:

O Homem da Luva Azul

“O homem da luva” (Tiziano Varelli)

Tiziano, considerado um dos melhores pintores de retratos da Itália Renascentista, desenvolvia na maioria das vezes retratos ligados ao psicológico dos seus modelos, e por ter pintado numerosos retratos de aristocratas e príncipes, ganhou o nome de “pintor dos príncipes”.

Entre os vários maravilhosos retratos de personalidades, da autoria de Steichen, ousei destacar este, de Gloria Swanson:

Gloria-Swanson-Edward-Steichen-2 (1)

 “O retrato pressupõe que eu mergulhe completamente na personalidade do modelo, que eu perca inteiramente a minha própria identidade e quando termino estou quase completamente despedaçado” Edward Steichen

Na sequencia, mais alguns dos seus extraordinários retratos de grandes personalidades:

18057384_Ann_Harding_Beverly_Hills_California_1931

Ann Harding

18057675_Gloria_Swanson_1927

Gloria Swanson

18057737_Greta_Garbo_and_John_Gilbert_Culver_City_1928

Greta Garbo e John Gilbert

18058065_Isadora_Duncan_1913

Isadora Duncan

18058120_Joan_Crawford_1932

Joan Crawford

18058158_Leslie_Howard_1932_In_the_Studio

Leslie Howard

18058194_Marion_Morehouse_in_AugustaBernard_1929

Marion Morehouse

18058217_Marion_Morehouse_New_York_1927_In_the_Studio

Marion Morehouse

18058276_Marlene_Dietrich_New_York_1932_In_the_Studio

Marlene Dietrich

18058308_Marlene_Dietrich_Hollywood_1931_TwentyFive_Photographs

Marlene Dietrich

18058335_Marlene_Dietrich_1934

Marlene Dietrich

18058379_Miss_Fanny_Haven_Wickes_Newport_Rhode_Island_1924_The_Blue_Sky

Miss Fanny Haven

18058486_Norma_Shearer_Edward_Steichen_01

Norma Shearer

18058566_Princess_Irina_Alexandrovna_Jusupov_ca

Princess Irina Alexandrovna Irina

Carl Sandburg and his wife, Lillian Edward Steichen Sandburg

Carl Sandburg e sua mulher Lillian Sandburg. Carl Sandburg foi poeta, historiador, novelista. biógrafo… Considerado um homem sábio. Ganhou o premio Pulitzer pelas suas poesias e pela biografia de Abraham Lincoln. Em 1907 encontrou Lilian, e no ano seguinte casou com ela. Lilian era irmã de Edward Steichen. Tiveram três filhos.

Edward Steichen  Vanity Jean Harlow

Jean Harlow

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Brancusi

edward_steichen__brancusi_in_his_studio_paris_19271

Brancusi em seu estudio em Paris.

Edward Steichen Greta Garbo

Greta Garbo
Gloria Swanson - c. 1920s

Gloria Swanson

great-garbo-Edward-outubro-1929-352x440

Greta Garbo

louise-brooks-Edward-jan-1929-352x440

Louise Brooks

mia_3193e.0_Charles _ Chaplin_925

Charlie Chaplin

edward_steichen__charlie_chaplin_1925

Charlie Chaplin

FRED by Steichen
Fred Astaire

Porém dos vários retratos que fez, os considerados mais notáveis são os de Rodin. O primeiro deles é de 1902, e coloca Rodin em frente ao seu monumento a Victor Hugo. Não destaca o rosto de Rodin. Pelo contrário, o escultor é fotografado de perfil e contra a luz. A sua face é portanto escurecida  propositalmente, de modo a não mostrar detalhes do seu rosto. A ideia foi apresentar Rodin como o artista criador que supera a dimensão humana. “Rodin, o homem, apaga-se face a Rodin, o artista criador”.

A imagem nada tem de natural e se aproxima de uma pintura, porque Steichen a manipula (utilizando as possibilidades da goma bicromatada) de modo a tornar imaterializada a estátua de Victor Hugo, a qual ganha uma forma fantasmagórica.

“Dessa forma ele expressa duas realidades, a de Rodin e a sua visão, que transformará em realidade material. A imagem invertida foi utilizada para criar um segundo retrato no qual Rodin é confrontado com uma das suas obras mais conhecidas, “O Pensador”. “

Observamos assim o quanto na prática fotográfica dos grandes mestres da fotografia, a manipulação das imagens antecedeu no tempo as ricas possibilidades atuais proporcionadas pelo Photoshop.

Rodin-O pensador (1)

As fotos a seguir são de Steichen como fotógrafo de moda. Até então as revistas de moda usavam publicar apenas desenhos. Steichen foi o introdutor das modelos.

steichen-edward-vanity-fair-may-1923

18058533_photo_by_Edward_Steichen edward_steichen_91 Edward-Steichen-3 edward-steichen-conde-nast1Edward-Steichen-Vogue-natural-light

É surpreendente que Steichen também fotografou a guerra. Ele Participou da segunda guerra mundial,  como capitão da marinha americana:

Edward Steichen at USS Arizona Memorial - Pearl Harbor Honolulu

Capitão Edward Steichen

Algumas fotos de Steichen durante a II Guerra Mundial:

Water Plume

Explosão bem próxima do navio onde ele
estava!

Another Navy Tradition

Trata-se do registro da tradição na marinha americana do marinheiro atirar-se ao mar.

A Fighter Plane Bursts Into Flame

Um avião americano atingido.

The Third Fleet

Vista aérea dos navios das terceira frota nas costas do Japão em 1945.

Pleased Pilots After Attack The Navy's Fledglings Asleep On Deck Evading A Bombing Attack Coffee For Enewetok Survivors Portrait Of A Sailor Relaxed Quarters

1943-rec (1)

E concluindo, para ilustrar a diversidade de fotos que fez, nos seus vários periodos, seguem duas fotos de New York:

brooklynbridge46

Brooklin Bridge

Steichen_flatiron

The Flatiron

O famoso The Flatiron building em Nova York, também foi fotografado pelo Alfred Stieglitz! Curiosamente, do mesmo ângulo. São fotos muito belas, e das duas a de Alfred Stieglitz tem a minha predileção.

E o que dizer da foto abaixo?

Lembrei ao vê-la, que certa vez, o crítico A.C.R.Carter, perguntado sobre o que achava sobre a fotografia ser uma arte, ele respondeu:

“Sim, trata-se de Edward Steichen.”

Edward_Steichen-Experiment (1)

A impressão que me deixaram as leituras sobre Edward Steichen é a de que de fato ele teve uma longa e diversificada atuação artística.

03-Steichen_legs Edward Steichen - Blue sky, 1923 18058447_Miss_Sousa_1933_The_Blue_Sky

images

Face a extensão da obra de Edward Steichen, essa síntese seria ainda mais incompleta, se eu deixasse de mencionar o papel que ele teve, na produção de uma das mais famosas exposições fotográficas:  “The family of man”.

Aconteceu 10 anos após o fim da segunda guerra mundial, em 1955, e teve a participação de fotógrafos de 68 países. Dois milhões de fotos concorreram e apenas 10 000 foram em uma primeira etapa selecionadas. Terminaram escolhidas 503 fotos de 273 fotógrafos, 110 deles não americanos.

Encerrarei essa postagem, com uma dessas 503 imagem que compõem a “The family of man”. Eu a escolhi por achá-la deveras marcante, e  me surpreendo por quanto diante dela me detenho!  A autora foi Dorothea Lange. E na foto, que é da década de 30, Florence Thompson, 32 anos, 7 filhos. Titulo da foto: “Migrant Mother”.  Foi tirada durante a grande depressão nos Estados Unidos.

Lange-MigrantMother02

Com esta exposição, Edward Steichen que dela foi o curador, teve como propósito mostrar através de imagens, a universalidade da experiência humana. Ele considerou “The family of man” o ponto culminante da sua carreira.

Nada mal! Hein?

Ou como ele era americano, diria em sua homenagem: not too bad!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: